segunda-feira, março 21, 2011

Primavera

Primavera

Primavera

Quero apenas cinco coisas..
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando.

Pablo Neruda

1 comentário:

Miguel disse...

"Abro mão da primavera para que continues me olhando", não há comentários sobre a genialidade de Pablo Neruda. Amei teu blog, saio daqui gratificado por tê-lo encontrado. Minha cara, até outras vezes. Saúde!