domingo, dezembro 31, 2006

DeSeJo De Um BoM AnO dE 2007

Ratazana feliz

Para comemorar nasceu esta ratazana feliz!!! :)

Até para o Ano

Cláudia

quarta-feira, dezembro 27, 2006

Quase (Mário de Sá-Carneiro)

Quase

Um pouco mais de sol - eu era brasa,
Um pouco mais de azul - eu era além.
Para atingir, faltou-me um golpe de asa...
Se ao menos eu permanecesse aquém...

Assombro ou paz? Em vão... Tudo esvaído
Num baixo mar enganador de espuma;
E o grande sonho despertado em bruma,
O grande sonho - ó dor! - quase vivido...

Quase o amor, quase o triundo e a chama,
Quase o principio e o fim - quase a expansão...
Mas na minh'alma tudo se derrama...
Entanto nada foi só ilusão!

De tudo houve um começo... e tudo errou...
- Ai a dor de ser-quase, dor do fim... -
Eu falhei-me entre os mais, falhei em mim,
Asa que se elançou mas não voou...

Momentos de alma que desbaratei...
Templos aonde nunca pus um altar...
Rios que perdi sem os levar ao mar...
Ânsias que foram mas que não fixei...

Se mevagueio, encontro só indícios...
Ogivas para o Sol - vejo-as cerradas;
E mãos de herói, sem fé, acobardadas,
Puseram grades sobre os precipícios...

Num ímpeto difuso de quebrando,
Tudo encetei e nada possui...
Hoje, de mim, só resta o desencanto
Das coisas que beijei mas não vivi...
......
......

Um pouco mais de sol - e fora brasa,
Um pouco mais de azul - e fora além.
Para atingir, faltou-me um golpe de asa...
Se ao menos eu permanecesse aquém...

Mário de Sá-Carneiro

segunda-feira, dezembro 25, 2006

domingo, dezembro 24, 2006

Feliz Natal

Feliz Natal...

Nesta época que nunca voltará a ser igual
Nunca sei, nada sei!
Não sei se choro,
Não sei se riu...
Não sei se dorma,
Não sei se acorde...
Por Ela vivo,
Por Ele anseio,
Por Eles sou abraçada e desejada...

E Tu...
Leva-me em sonhos para junto do Universo.
Jamais te esquecerei...!
Penso em ti todos os dias, em cada minuto, em cada respiração.
Serás sempre o meu Pai.

Amor incondicional.

segunda-feira, dezembro 18, 2006

sexta-feira, dezembro 15, 2006

segunda-feira, dezembro 11, 2006

Segue-me...

Estou a ouvir... ela está a crescer!

Oiço o seu crescimento...

O coração tem 3 portas são emoções, lágrimas, alegrias, pensamentos, reflexões... Silêncios!

Borba

segunda-feira, novembro 20, 2006

Muitas ideias...

Mt trabalho...

... muito trabalho, pouco tempo!

Muito Amor, muita paz e muita liberdade.

Estou feliz!!

Ando sempre por aqui

domingo, novembro 19, 2006

sexta-feira, novembro 17, 2006

sexta-feira, outubro 27, 2006

Marcador de Livro

Especial...

Marcador de livro

Foi feito para mim, com todo o carinho pelo minha querida Cat.

Adorei!!!

quinta-feira, outubro 19, 2006

Meditação...

Centro do Yoga do Seixal, venham experimentar a Marina é fabulosa.

Eu1

E logo nas primeiras aulas fazemos coisas que nem sonhamos conseguir... :)

12 Disciplinas Técnicas

O Yoga-Sámkhya utiliza todas as 12 disciplinas Técnicas do Yoga em cada Aula, trabalhando o Ser Humano em todas as suas facetas positivas, sempre em Harmonia, desvenda o domínio do som, da Concentração Contínua e do Controlo Mental, e através da Verdadeira Meditação, a exploração de compartimentos e Planos mentais insuspeitos e por utilizar, descobrindo a Mente Supra Cognitiva, estimulando a Intuição e proporcionando incursões para Além da Mente - “Overmind”, até ao Samádhi (Iluminação) – Suprema Consciência Intelectiva humano-Cósmica.

A prática do Yoga - Mahá Sádhaná - utiliza as 12 disciplinas técnicas do Yoga numa só aula, sabiamente desenvolvidas e aplicadas de acordo com os objectivos e com o nível do praticante e que são:

1. Dhyána/Samyama – Meditação pelo controle da frequência das ondas mentais
2. Pránáyáma – Exercícios respiratórios de influência energética e neurovegetativa
3. Ásana – Posições psicobiofísicas
4. Yoganidrá – Técnicas de Relaxamento físico, emocional e mental
5. Kriyá - Tonificação e limpeza orgânica
6. Mantra/Kîrtana – Domínio de sons extroversores e da Harmonia
7. Jápa – Sons concentradores
8. Bandha – Dinamizações musculares e neuro-endócrinas
9. Yantra – Símbolos concentradores de efeito psicossomático
10. Pujá – Retribuições energéticas
11. Mudrá – Gestos reflexológicos e energéticos feitos com as mãos
12. Mánasika – Mentalização e projecção de consciência.

terça-feira, outubro 17, 2006

Eu...

eu estou assim

... estou assim!!!

Tenho ando acompanhada pela turma mistério...

troc corresp

...ando por aqui e por ali!!!

Em relação a costuras e agulhas, tenho feito algumas coisas mas tenho andado sem tempo para umas fotos jeitosas!! Espero que aguardem pacientemente.

Uma beijoca misteriosa

quinta-feira, outubro 05, 2006

Planetas, astros e outros corpos celestes...

Organizando planetas para um mobil do nosso reduzido Sistema Solar...

Fotos só depois de concluido :)

quarta-feira, outubro 04, 2006

Dia Mundial do Animal

O meu Buzi bebé...2

O meu Buzi bebé...1

Aqui ficam fotos do meu Buzinas, quando era bem pequenino, na casa da senhora que o salvou de um contentor do lixo e de uma morte certa!

segunda-feira, outubro 02, 2006

Tão terno...

O que for, há-se ser

Ai seja o que for
que o amor me traga,
sei que é Primavera neste Inverno;
Ver que o olhar
é de pequenas rugas e de flores,
tão terno...
Sonhar seu beijo na fronte,
a luz no horizonte,
como o primeiro raio de sol.
Sentir por dentro da calma
a paz e a alma dos que não estão sós.

Linda ciranda
ciranda linda,
gira que gira e torna a girar;
Quando eu morrer
oh ciranda linda, deixa um luzeiro
para que o possa ver!

E sempre á volta a girar,
sempre em volta, no ar
de alma solta a te amar.
Para sempre girar,
sempre envolta no ar,
meu amor, meu amor,
o que for, há-de ser!

O Primeiro Canto
Música e letra: Dulce Pontes

domingo, outubro 01, 2006

Outono chegou...

Uma experiência bem quentinha...

Luvas1

Buzi...

Buzi

Gaspar...

Gaspar

terça-feira, setembro 26, 2006

Leituras...

Pássaros Feridos

Sem tempo para "blogar"... dedico todo o meu tempo ao meu Eu.

Estava a precisar deste momento para crescer, amadurecer e criar!

As leituras continuam tal como a música...

______"_____"______

Meta: Crescer, evoluir, amadurecer sem perder a inocência e sem deixar de ser criança.